Cativeiro

Cativeiro

Relacionamento nenhum sobrevive entre grades. NENHUM! Essa história de casais que para manter a relação tentam viver 100% um a vida do outro, não tem como dar certo. A conta não fecha. Todo casal é e sempre será formado por duas pessoas diferentes. São vidas diferentes, gostos diferentes, criações diferentes, almas diferentes. Aceite! Ele não gosta de tudo que você gosta. E também não é obrigado a gostar. E, claro, nem você das dele. E não é por isso que vocês precisam se matar para fazer tudo o que o outro quer ou se proibir mutuamente. Posso te contar uma coisa? Ele não é só seu namorado ou marido. Além disso, ele continua sendo filho, amigo, vizinho, primo e sobrinho de um monte de gente. Ele ainda é o atacante do time da pelada do clube e um dos jogadores da mesa de poker nas terças. Ele continua sendo o amigo de infância da turma do colégio e também, às vezes, gosta de deitar no sofá e não ter que assistir somente os seriados e novelas que você gosta. Se me permite, vou dizer uma verdade que talvez ele não tenha coragem de te contar, embora sinta vontade. Tente entender: ELE PRECISA DE UM TEMPO LONGE DE VOCÊ. Sim! E você longe dele. E isso não quer dizer menos amor, mas sim, respeito à individualidade um do outro. Garanto que se você permitir que ele continue sendo esses outros “eus” de vez em quando, certamente se sairá melhor na parte que te diz respeito. Assim como você também precisa ter o seu momento com as suas amigas, com a sua família ou até mesmo sozinha. A vida a dois não precisa ser essa queda de braço mesquinha onde cada um fica tentando provar quem é que manda no casal. Você bem sabe que, se ele quiser te trair, não será a sua neura que vai evitar. Muito pelo contrário, talvez seja ela uma das causas dele desejar alguém que não seja você. Entenda de uma vez por todas! A pessoa que te ama estará perto de você, cuidando de você e te respeitando por vontade própria, e não por imposição. Mais confiança, menos proibições. Mais cumplicidade, menos jaulas. Se te causa mais dor do que alegria não tem porque insistir. O amor não sobrevive em cativeiro.


16 de maio de 2016

15 respostas para “Cativeiro”

  1. anna vitória disse:

    Falou tudo

  2. Joyce disse:

    Só li verdades.
    Belo texto Rafael 😍

  3. Wanessa Costa disse:

    Acho que ter lido esse post antes teria me poupado algumas exigências bestas e talvez o final fosse diferente ou talvez não é algo que eu nunca vou saber.

    http://www.blogdawanessacosta.com

  4. Laiany disse:

    Parabéns Rafa pelo texto… Sempre com sábias palavras…. Sucesso….. Que Deus continue te iluminando….

  5. thatyana novaes disse:

    hahahaha conseguir! fui a primeira a comentar 😀 bejioo Rafa

  6. Carolina disse:

    Fantástico, todos que se relacionam deveriam ler este texto…. Parabéns pela polidez, sensatez e perspicácia! Show

  7. lua disse:

    Nossa Ameii
    Tenho q aprender isso rápido!

  8. Leice disse:

    Fantástico, é dessa forma que acredito numa relação é vamos para 23 anos de casados, nada perfeito, mas respeitando a individualidade de cada um. Não é falta de amor q somos livres, mas é por amarmos demais q não nos permitimos enjaular nossas vidas… Porque amamos um ao outro, mais tbm AMAMOS muitas outras coisas q vieram antes ou q vieram depois.

  9. lindooooooo!!! disse:

    Cara!!!!!!!Você é mil!!!Amooo suas postagens!!!É verdade presisamos ser primeiro nós para depois sermos um do outroooooo!!!!

  10. Lucas Pimentel disse:

    ESPETACULAR!

  11. Evelin Mokaelly disse:

    Que tudoooooooooo …S2…

  12. Dilly Maia disse:

    😍😍😍👏👏👏

  13. Aline Araujo disse:

    Maravilhoso!!!

  14. Taíse Lara disse:

    É por isso que tenho evitado relacionamentos. Grande parte deles acabam virando verdadeiras prisões.
    Antes só que enjaulada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *