Lama, sangue é lágrimas

Lama, sangue é lágrimas

A lama, que outrora habitava os palácios da capital federal, agora se espalhou por cidades inteiras. O Doce ficou amargo. Morreu o rio. Morreu a flora. Morreu a fauna. Sobrou o homem. O homem e a sua ganância por dinheiro. A sede de poder tirou a água de milhares de famílias e ceifou a vida de centenas. O homem e a sua falta de amor. A mesma falta de amor que espalhou sangue pelas ruas em Paris. A mesma falta de amor que faz com que as pessoas discutam qual dor vale mais. Como se uma lágrima pudesse ter mais importância que a outra. Toda e qualquer dor vinda de um inocente deve ser respeitada. Deve ser sentida. Somos todos humanos, habitantes de um mesmo planeta. O mundo é um só e seria um lugar melhor se nós não estivéssemos aqui. Apesar da dor e o respeito serem os mesmos, o foco das câmeras é o que incomoda. O fato de apontarem para lá para que paremos de enxergar o que está acontecendo aqui. Talvez porque quem as comandam não têm a responsabilidade de resolver o problema de lá, mas são, ou pelo menos deveriam ser, responsáveis pelos daqui. No entanto, por mais que seja revoltante, não sejamos tão mesquinhos. Sentir compaixão pela dor alheia é um princípio básico de humanidade. Oremos por Paris. Choremos as perdas. Lamentemos a falta de amor. Clamemos por paz. E, mais do que nunca, estendamos as mãos para o nosso povo. Exercitar a solidariedade fará tão bem para você quanto para quem for receber a ajuda. Perdemos um rio, mas que não percamos mais vidas. Que as famílias desabrigadas encontrem novo lar. Que as doações cheguem a quem mais precisa. Que as lágrimas derramadas lavem a ganância de quem causou toda essa dor. Que os responsáveis sejam identificados e devidamente punidos. Que a sujeira política seja extinta de uma vez por todas. Que a fé não seja motivo de guerra. Que todo rio volte a ser doce. Que a cidade luz volte a brilhar. Que o barulho no estádio volte a ser no grito de gol. E que a lama volte a ser apenas uma brincadeira infantil em um fim de tarde chuvoso.


16 de novembro de 2015

12 respostas para “Lama, sangue é lágrimas”

  1. Nih disse:

    Isso ai disse tudo!!!
    Paz!!! Precisamos de Paz!!!

  2. Gabriela disse:

    Sensacional!!! Essa é a palavra perfeita para descrever um texto que condiz perfeitamente com a realidade vivida. O que aconteceu foram duas tragédias, de um tamanho incalculável. Porém, no meu ponto de vista, devemos sim nos solidarizar com Paris, rezar para que a paz seja restabelecida naquele lugar, mas nossos olhares devem ser principalmente para o povo que sofre com essa irresponsabilidade que aconteceu no nosso País. Dois Estados afetados, um rio morto, famílias desabrigadas, milhares de vidas marinhas perdidas, e o resultado? Vai acabar em “nada” como tudo no Brasil. Se o governo não colabora, façamos nós a nossa parte. Não pode ajudar com doação material, doe sua espiritualidade, reze por esses Estados. No meu (ES) a onda de lama chegou hoje, na minha cidade provavelmente chega quarta ou quinta-feira. O nosso futuro? De uma cidade cujo abastecimento vem de um rio que mataram? A Deus pertence. E que a vontade Dele seja feita! Peço desculpas, mas esse é o simples desabafo de uma pessoa afetada por essa tragédia. Termino com as mesmas palavras do texto: ” Que a fé não seja motivo de guerra. Que o rio volte a ser doce. Que Paris volte a brilhar. Que o barulho no estádio volte a ser no grito de gol. E que a lama volte a ser apenas uma brincadeira infantil em um fim de tarde chuvoso. ” E eu? PRECISAVA ESCREVER! Um beijo Rafael, sou fã do seu trabalho e que você continue escrevendo com essa clareza de ver as coisas!

  3. Tatiana disse:

    Sensacional ???

  4. Silvio Chernhak disse:

    Perfeito! Não preciso falar mais nada…

  5. Ana Paula Poletto disse:

    Fico de cara com seus textos!! Chegou a arrepiar, sempre venho aqui dar uma espiadinha. Parabéns pelo seu trabalho, pelo dom que você tem com as palavras!! Beijo e tudo de bom!

  6. Wanda Isabel disse:

    Adoreii !
    tudo que vc escreve é perfeito ..

  7. Paty disse:

    Mto lindo os textos, porem qria perguntar uma coisa.Como posso voltar a escrever ate tempos atras eu tinha bastante ideias porem agr n consigo mais escrever ?

  8. Tharciana disse:

    Parabénssssss, incrível! Sou sua fã. Beijos

  9. Rita Landucci disse:

    Divino como sempre… Belissimas palavras e sentimento. É isso que seus textos representa, cada texto um sentimento, e muitas vezes encontramos muitos sentimentos em um texto só. Continue escrevendo Rafael, brilhante! Parabéns e sucesso. Um abraço de São Paulo!

  10. Priscila disse:

    Perfeito. …todos os textosbsao sensacionais !

  11. thaynara disse:

    Belas palavras, como sempre! Parabéns, um texto melhor que o outro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *