"Não prometo sorrisos nem lágrimas, mas é provável que aconteçam."

O dia em que você nasceu

O dia em que você nasceu

Este texto é um presente de aniversário. Ele foi escrito em 2016 para ser lido após 15 anos, em sua grande festa. Você ainda não sabe, mas o seu tio é cheio dessas idéias malucas. Trata-se de um registro de um dos dias mais felizes da minha vida. Você nasceu as 07:02 de uma quarta-feira […]

Leia Mais


6 de janeiro de 2016

P.E. e você!

P.E. e você!

Contratar um evento do P.E. é mais simples do que imaginam. Você que é proprietário de algum restaurante, loja, cafeteria, livraria, lanchonete, bar ou outro tipo de estabelecimento, e tem interesse em estabelecer uma parceria com o Precisava Escrever levando o autor Rafael Magalhães para autografar e vender os livros e produtos oficiais aí em […]

Leia Mais


5 de janeiro de 2016

Primeiro encontro

Primeiro encontro

Saí do banho. Abri o armário. Procurei uma roupa. Peguei uma camisa para não ficar com cara de menino. Deixei para fora para não ficar com cara de tio. Caprichei no perfume. Ajeitei o cabelo. Ensaiei o discurso. Peguei as chaves. Saí de casa. Olhei a última mensagem no celular. Liguei o GPS. Coloquei o […]

Leia Mais


4 de janeiro de 2016

Céu e mar

Céu e mar

Reza a lenda que, no início dos tempos, o céu e o mar se apaixonaram. Aquele era um amor proibido, já que jamais poderiam se misturar. Desde então eles vem guardando esse sentimento em segredo. Mas, se você reparar bem, ele ainda está lá. A espuma das ondas tentando imitar as nuvens. Essas, por sua […]

Leia Mais


3 de janeiro de 2016

Vem verão

Vem verão

É verão e os corações se aquecem. O sol brilha. A pele doura. A água esquenta. O chope gela. Sim! É hora de guardar o cachecol e separar um belo óculos de sol. Chega de saudade! Ele voltou! E com ele aquela vontade de viver volta a pulsar. Toda estação do ano tem os seus encantos, […]

Leia Mais


21 de dezembro de 2015

Carta para José Aldo

Carta para José Aldo

Ei, José Aldo! Não deve estar sendo fácil, né? Eu imagino.  O esporte, assim como a vida, muitas vezes é injusto. Não digo isso pelo resultado da luta de ontem. Vencer ou perder faz parte do jogo. Alias, essa é a graça do jogo. Você foi derrotado por outro atleta que, por mais que tenha […]

Leia Mais


13 de dezembro de 2015

Eu não quero namorar

Eu não quero namorar

Eu não quero namorar. É sério! Pelo menos não por agora. Mas parece que é difícil para as pessoas aceitarem isso. Tanto aquelas que estão desesperadas a procura de um novo amor, quanto para as que já estão comprometidas e querem que eu entre para o time. Parece aquela velha história do cara que pula […]

Leia Mais


9 de dezembro de 2015