O último dia de Lucas.

O que você faria se soubesse que só lhe resta mais um dia de vida? Lucas sabia, e apesar da notícia triste, se sentia privilegiado por ter a oportunidade de planejar sua últimas 24 horas, já que a maioria das pessoas não têm essa chance.  Sentou-se na cama e imaginou tudo que deveria fazer para que aquele dia fosse perfeito. Nada poderia ser esquecido, já que ele não teria outra chance. Levantou antes do dia raiar e assistiu o Sol nascer da sua janela saboreando um delicioso café da manhã. Acordou seus pais com um beijo demorado, levou sua irmãzinha no colégio e foi para o trabalho caminhando. Lucas observou a cor do céu, o barulho do vento, o jardim florido. Fez as pazes com o colega que tinha discutido na semana anterior e presenteou a senhora da cantina que sempre fora tão atenciosa com ele. Visitou sua escola do primário e no final da tarde encontrou seu melhor amigo na sorveteria do bairro. Ligou para sua ex-namorada pra saber como ela estava, relembraram bons momentos, depois se despediu e agradeceu pelos anos que passaram juntos. Jantou na casa da avó e na volta pra casa subiu no pé de manga no final da rua onde ele costumava brincar nos tempos de infância. Se esticou no gramado e ficou observando as estrelas, ouvindo sua banda favorita até o sono chegar. Voltou pra casa e deitou se sentindo completo. Os olhos se fecharam devagar e a jornada chegou ao fim. A morte é a única certeza que temos nessa vida, e mesmo assim vivemos como se ela nunca fosse chegar. Lucas pensava diferente.  No dia seguinte ele acordou bem cedo. Sentou-se na cama e imaginou tudo que deveria fazer para que aquele dia fosse perfeito. Nada poderia ser esquecido, já que ele não teria outra chance. Assim ele fez por anos e anos, e no dia que finalmente acertou, já era um senhor de idade, feliz e realizado pela vida que havia construído. Partiu sereno, sem remorsos, sem mágoas, sem frustrações. No seu velório tocaram samba, serviram pastel com caldo de cana e relembraram suas histórias. Deixou esse mundo com a certeza que não tinha deixado nada para trás. Na sua lápide um girassol e duas palavras cravadas em dourado: Carpe Diem.


2 de setembro de 2013

6 respostas para “O último dia de Lucas.”

  1. Pollyanna morais disse:

    Sem comentários!! Lindo!

  2. Andreia disse:

    twitando todos…maravilhoso!

  3. Maria disse:

    Meu Deus!!
    Se dessemos o real valor a vida, todos os dias siamos como o LUCAS e lembraríamos os atos de Deus.
    #perfeito

  4. Maria disse:

    Meu Deus!!
    Se soubessimos* o real valor a vida, todos os dias seriamos como o LUCAS e lembrarimaos de DEUS.
    #perfeito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.