Pés descalços

Pés descalços

Acho que está na hora de você trocar estes sapatos. Pra dizer bem a verdade, já passou da hora. Eu sei que não vai ser nada fácil. Sei que, um dia, distraída, você o enxergou na vitrine e ele pareceu brilhar de uma forma especial. Na verdade, você nem tinha saído de casa com esse intuito naquele dia, mas é sempre difícil resistir a um belo par de sapatos. Você deu mais algumas voltas no shopping, visitou outras lojas, mas já não conseguia pensar em outro par. Tinha que ser aquele. Então, voltou à loja e, finalmente, os calçou. E pareceu que flutuava. Os pés, confortáveis, sorriram. Você também. Decidiu então ficar com eles. Levou para casa. Para o quarto. Para a vida. A impressão é que havia encontrado o melhor calçado do mundo. Que seria sempre assim. Era incrível como ele combinava com todas as suas roupas, o fazia sentir bem, bonita, atraente, feliz. Você não queria mais tirá-los dos pés. Acontece que o tempo passou e as coisas, pouco a pouco, mudaram. Na primeira esfolada você passou um pano úmido e fingiu não perceber as marcas deixadas. Depois, ele começou a perder o brilho. E parecia que já não combinava mais. Mas não se joga fora um sapato tão especial assim. Dar para outra pessoa? Nem pensar! E, por isso, você continuou a usar. Continuou a acreditar. E fingia que continuava tudo como antes. Até que ele começou a te machucar. Primeiro, deixou o calcanhar vermelho. Depois, os dedos começaram a incomodar. Calos, dor, sangue. E agora já era difícil fingir que estava tudo bem. E hoje, ao te ver ainda com eles, eu precisava escrever para você. Ei! Você mesmo! Esse sapato aí já não te serve mais. Já é hora de voltar às compras. Ou, talvez, você devesse andar descalça por um tempo. Acredite em mim. Depois que você se acostumar a andar com os pés no chão não será qualquer calçado que irá te satisfazer. Quem sabe experimente uma chinela rasteirinha até os pés cicatrizarem. Só peço que não saia pelas vitrines procurando outro par igual. Já é hora de desfilar de calçados novos. Outra cor e outro modelo. Uma bota ou uma sandália de salto talvez. A ideia é experimentar algo diferente. Diga adeus aos sapatos velhos! Guarde as lembranças boas, mas não se esqueça dos calos. Amor próprio, desapego e sapatos novos. O que mais uma mulher pode precisar? Pés bem calçados sempre estarão prontos para dançar. E é como um grande escritor disse certa vez: pode ser que, com o próximo, você queira dançar para sempre. Tomara que sim.


31 de agosto de 2015

43 respostas para “Pés descalços”

  1. Graziella Martinazzo Sepúlvida disse:

    Esse texto é pra mim… Preciso me desapegar dos sapatos atuais e ficar de pés descalços um tempo, descansar, sentir a terra, relaxar pra um dia calçar sapatos novos e quem sabe não os tirar mais dos pés.

  2. Manuella disse:

    Adorei! Sei que parece é toca muita gente, mas literalmente é o que estou passando hoje! Amei! Vc esta é um grande poeta. Loira para que o meu livro chegue logo!

  3. Gessyca Malta disse:

    Sempre me fazendo bem! Hora de procurar outro modelo de calçado! ?

  4. Ana Carolina disse:

    Adoro seus textos, Parabéns Rafa!
    Sucesso até o fim da eternidade…. Beijo!!

  5. Laíse disse:

    Rafael, você é o melhor! ???

  6. Muito bom Rafa!
    Me identifico cada vez mais com seus textos e a cada postagem minha adimiração aumenta.
    Amei!!

  7. Elza lucena disse:

    Rafa ???
    Sempre me impressionando. Estes pés q estão
    descalços…querem ainda continuar assim

  8. Elisa disse:

    Parabéns! Você sempre arrasando nos seus textos! Você é genial e tem um poder incrível de tocar as pessoas com as palavras e o mais impressionante: pessoas que você nem conhece mas escreve as palavras certas no momento certo! Que sua genialidade, criatividade e poder de fazer bem as pessoas continue! Obrigada por tudo!

  9. Gabriela disse:

    Texto incrível.. Não sei nem dizer o que causou em mim!

  10. Luciana disse:

    Sempre tive essa ligação dos pés com a terra. E saber deixar sapatos velhos em prateleiras esquecidas faz bem.

  11. Natália disse:

    Muito Lindooo !

  12. Anny Souza disse:

    realmente os seus textos parecem que foram escritos para cada um de nós. Hoje tudo que eu preciso é me libertar do sapato que apaixonei na vitrine e trouxe pra vida. Quero ter a sensação de como é bom andar descalço!

  13. Janaina Pereira disse:

    Rafa de onde vem tanta criatividade? Perfeito! Muita Luz na sua caminhada ✨??☀️

  14. Mirian disse:

    Definitivamente você anda me bisbilhotando, Rafa Magalhães!

  15. Paula Cristina disse:

    Mtooo bom?????….

  16. Glória lemos disse:

    Adorei o texto. Se renovar é o recado. Mudar dói, mas não mudar dói mais ainda!!

  17. Danielly Christine disse:

    Belo texto…
    Veio em boa hora…
    Estou na fase de “andar descalças ” e me fez lembrar que nao é “qualquer ” coisa que fica bem em mim…
    🙂

  18. Aline disse:

    Bora pro shopping! Acho que quero um tênis bem confortável! ??????

  19. Gabrielly disse:

    Parabéns Rafael por esses textos maravilhosos,obrigada por saber descrever o que muitos sentem, o que eu sinto! Hoje foi um dia muito difícil e esse texto me fez enxergar que passou da hora de eu ter sapatos novos,pq andar descalça pensando no sapato velho dói muito! Obrigada, vc é um ser de luz e merece todo sucesso!bjs

  20. Carlene disse:

    Nossa Rafael, estou estremamente encantada com seus textos,conheci seu livro através de uma amiga, Giselle Feliciano e me apaixonei por ele como toca ao meu coração.
    Anciosa na espera de seu novo livro.
    Bjos vc é usado por Deus!

  21. Bruna disse:

    Há três meses atrás seria com certeeeeza pra mim kk. Maravilhoso! ?

  22. Isadora Pacifico disse:

    Incrível!

  23. Taíssa Januário disse:

    Que lindo Rafa! *-*

  24. Luisa disse:

    É incrível como vc usa o problemas dos sapatos e ao mesmo tempo fala sobre o amor, o fato de qnd amamos alguém, mesmo quando essa pessoa nos machuca não nos desapegamos deles.

  25. Vilma disse:

    Perfeito. Seus textos são incrivelmente tocantes
    Leio e me encanto.????

  26. Bruna Paiva disse:

    Rafael e essa mania de espionar a minha vida. Nem adianta dizer que não esteve por aqui. Acaba de descrever minha relação com meu velho par de sapatos. Agora é jogar os sapatos fora e experimentar os pés em contato com o chão…

  27. Deisiele Oliveira disse:

    Rafa amo seus textos. Encontrei este blog num momento que precisava de uma palavra de conforto e agora estou perdidamente apaixonada pelo blog!!!

  28. Sara disse:

    Lindoo texto, Rafael sempre arrasa <3

  29. Carolina disse:

    A cada texto que leio me identifico cada vez mais, parece que cada palavra dita é um conselho, um conforto para a mente e o coração.
    São palavras amigas, que te confortam e te ensinam a encarar a realidade.

  30. girleyne disse:

    Cara, você com toda a certeza é a admiração de milhares de pessoas, pois suas palavras são sinceras e que transforma a vida de pessoa que se colocam em muitas situações diversas, e as vezes não sabem o que fazer, trabalho lindo, meus parabéns <3

  31. Jaque :) disse:

    Lindo demais *—-*
    Me identifiquei muito…
    Afinal …
    Amor próprio , desapego e
    sapatos novos o que mais uma
    mulher pode precisar ?

  32. Maíla de Jesus disse:

    Que texto maravilhoso Rafa, consegui mais uma vez me identificar com um de seus textos, era tudo que eu precisava ouvir …e sim está na hora de ficar com os pés descalços e depois encontrar sapatos novos e diferentes.
    Um grande abraço.

  33. Jeane Viana da Silva disse:

    Incrível como sempre!

  34. Carla Ruesch disse:

    Ai meu Deus, descobri seus textos ontem e não consigo parar de ler. Tem tanta coisa que é difícil admitir, e esse texto trocar os sapatos ou até mesmo ficar descalça me fez entender algumas coisas.

    Obrigada!!!

  35. Fellipe Lima disse:

    Que foda, cara! Texto sensacional!!! Uma forma maravilhosa de escrever sobre desapego e amor próprio! Parabéns

  36. Kura disse:

    Engraçada analogia, quer dizer que vocês pisavam o tempo todo no sapato e não queria que ele machucasse? Reflitam.

  37. tata alves disse:

    Graças ao seu texto descobri que preciso trocar de sapatos, ou melhor, aprender a andar descalça.

  38. Natalia disse:

    Fico muito Feliz com seus texto , sempre perfeitos e sempre falam muito comigo . ! Sou tua fã Parabéns pelo belíssimo trabalho!

  39. […] Postado Originalmente em: Precisava Escrever […]

  40. […] Postado Originalmente em: Precisava Escrever […]

  41. Vera disse:

    Eu estou aprendendo… andar descalço!

    Tirei os sapatos há algum tempo…

    … foi igualzinho…machucou, apertou…doeu…

    mas agora estou melhor!

  42. Aline disse:

    Perfeito… profundo. Deus sabe o que faz e a gente precisa entender isso.
    Obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.