Estado civil: feliz

Estado civil: feliz

Eu juro pra vocês. Toda vez que estou preenchendo algum tipo de formulário com os meus dados pessoais e aparece a pergunta “estado civil”, eu abro um sorriso. De verdade. Eu escrevo SOLTEIRO me sentindo o máximo. Tão bem quanto quando abro uma garrafa de vinho, corto alguns pedaços de queijo e assisto o meu seriado favorito, sozinho, em plena noite de sexta. Ou quando vou ao cinema ou à praia somente com um pacote de pipocas ou um bom livro. Muitas pessoas olhariam uma cena dessas e sentiriam pena. Eu até entendo. Na verdade, eu também sinto pena delas. Primeiro, porque acho triste que a felicidade delas dependa de estar com alguém. Segundo, porque vejo que ainda estão acostumados a relacionar o fato de alguém “estar sozinho” com “solidão”. Talvez porque essas pessoas ainda não tenham descoberto os sabores e os prazeres da solitude. Veja bem, você pode estar cercado de amigos e sentir solidão. Você pode ter família, trabalhar rodeado de pessoas, ter até mesmo um relacionamento a dois, e mesmo assim se sentir sozinho. Aposto que muitos de vocês, que estão aí lendo este texto, se sentem assim, mesmo tendo muita gente a sua volta. Eu também já me senti. A gente demora a aprender a se bastar. A gente demora muito a aprender a gostar da própria companhia. A aprender a ouvir e sentir os nossos silêncios. Solitude, ao contrário da solidão, é uma escolha. É fazer questão de estar sozinho em determinados momentos e se sentir bem com isso. Acredite em mim, não existe nada no mundo que seja mais libertador. Eu não estou aqui defendendo o individualismo ou qualquer tipo de reclusão social. Só estou dizendo que, quando você for a sua melhor companhia, então finalmente terá pessoas participando da sua vida por escolha própria, e não por desespero ou carência. Deu para entender? Eu quero que a próxima vez que você for preencher uma ficha cadastral, você olhe para o campo “estado civil” e abra um sorriso. Quero que se sinta bem com a sua resposta. Ou por estar feliz, mesmo estando sozinho, ou por ter encontrado alguém que te faça se sentir ainda melhor do que era antes. Estamos combinados? Espero que sim. Ser feliz sozinho não é o bastante, mas deveria ser o suficiente. As pessoas vão entrar e sair da sua vida. Você sempre vai ficar. Cuide-se bem.


14 de agosto de 2017

12 respostas para “Estado civil: feliz”

  1. Tairine Rodrigues disse:

    Ah, sabe aquele sorriso maroto de quando alguém diz tudo que você sente sem ao menos lhe conhecer. Obrigada!

  2. Virlayne disse:

    Amor proprio … Pois nunca seremos felizes se antes nao amarmos a nos mesmos 👏👏👏👏👏

  3. Camila disse:

    Muito lindo
    Vc se garante Rafa
    Bjs
    Sou sua fã

  4. Aline Costa disse:

    Me identifiquei muito! É bom ser solteira. Não tem nada de ruim nisso. Só fico triste com algumas pessoas que olham pra gente como pessoas fracassadas. Mas um dia elas aprendem. rsrs.

  5. Fernanda disse:

    Obrigada por postar mais textos aquiiiiii,ja estava com saudades…

  6. Mariia ribeiro disse:

    Sou apaixonada por cada palavra sua. ❤

  7. Natália disse:

    Amoooooooo

  8. Fernanda silva disse:

    Su Real!! Gostei sempre me preocupo com meu estado civil kkk gostei do texto e já vou praticar 100% na minha vida❤️❤️

  9. Gisele Fernandes disse:

    Esse texto define exatamente o que eu penso… Nunca pensei que encontraria um texto tão perfeito para definir como eu me sinto. Já ouvi tantas opiniões contrárias, que imaginava não existir alguém que pensasse assim. Mas existe!! Muito lindo o texto. Parabéns!!

  10. Latuzzy Lacerda Xavier disse:

    Essa é a primeira vez que visito de verdade a página e me apaixonei por esse texto. Me apaixonei de verdade! Eu havia me esquecido que as pessoas se vão mas eu fico e por isso devo cuidar de mim. Obrigada por me lembrar!

  11. Aquela vontade que você tem de conhecer o autor dessas crônicas apaixonantes….

  12. Joao Saint disse:

    Muito bom, cara. Seus textos são ótimos. Um abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *